Toracotomia de emergência



Toracotomia de emergência pode ser definida como uma toracotomia “ocorrendo como parte integral do processo de ressuscitação inicial, em termos de urgência do procedimento em relação com o estado fisiológico do paciente; ou imediatamente no local da lesão ou na sala de emergência do hospital ou sala de operações.

A literatura apresenta diversos exemplos de termos correlatos que podem ser denominados como “toracotomia de emergência”, como a “toracotomia na sala de emergência”, “toracotomia precoce”, “toracotomia ressuscitativa”, etc. O que dificulta a comparação dos estudos.

Em contraposição, existe a toracotomia eletiva (ou formal), que é realizada durante o curso de um acesso cirúrgico eletivo ao tórax, como para cirurgia de bypass coronariano. Uma toracotomia de emergência está indicada depois de um trauma torácico nas seguintes situações:


  • parada cardíaca (toracotomia de reanimação)
  • hemotórax maciço (perda maior que 1500mL de sangue agudamente pelo dreno torácico ou maior que 200 a 300 mL/hora depois da drenagem inicial)
  • lesões penetrantes da parte anterior do tórax com tamponamento cardíaco
  • grandes ferimentos abertos da cavidade torácica
  • lesões vasculares torácicas importantes na presença de instabilidade hemodinâmica
  • lesões traqueobrônquicas importantes
  • evidência de perfuração esofágica


Nos pacientes vítimas de trauma torácico penetrante e que se apresentam em parada cardíaca com atividade elétrica sem pulso, a massagem cardíaca convencional não surte efeito algum, principalmente na presença de hipovolemia. Nesses casos, está indicada toracotomia imediata, realizada na própria sala de emergência. Este procedimento é conhecido como toracotomia de reanimação.

Comentários

Like curiosidades

VEJA TAMBÉM

Baixar Emulador Nintendo Wii : Dolphin / PC Download MEGA

Que horas comeca o fantastico

O SAPO GOLIATH - o maior sapo do mundo

Baixar Emulador Nintendo Wii : Dolphin / PC Download MEGA - Like

Domingo Espetacular horario